Os pesquisadores conseguiram estabelecer a quantidade aproximada de tempo que uma pessoa pode ficar na superfície deste planeta desértico, e não causar muitos danos à sua saúde.

Cientistas concluíram que a duração dos voos para o Planeta Vermelho, não pode ser superior a quatro anos. A razão para isso é o nível de radiação muito alto, o que afetará negativamente o estado dos astronautas, os resultados do estudo foram publicados na revista científica AGU Space Weather.

Foi feita uma análise de dois tipos de radiação, considerados os mais perigosos para o homem. Estes são SCR - raios cósmicos solares, bem como GCR ou raios galácticos. 

É importante notar que a intensidade deste último dependerá completamente de quão ativo o Sol é. Nesse caso, a radiação galáctica afeta negativamente não só a própria pessoa, mas até a espaçonave utilizada.

[Planeta]

 
});