Um diamante de 1.098 quilates foi encontrado na mina Jwaneng, no sul de Botswana. É a terceira maior joia do mundo, é ligeiramente inferior ao segundo maior diamante que também foi encontrado na África.

A mina Jwaneng é considerada a mina mais valiosa do mundo, a descoberta é a maior pedra já encontrada aqui nos 50 anos de existência de Debswana. Botswana é um tesouro de diamantes preciosos. Por muitos anos, esta área foi considerada líder mundial em minerais raros.

Hoje, oficialmente, o maior diamante pesa 3.106 quilates, é chamado de Cullinan. Foi cortado em 100 pedaços, o maior pedaço pesando 530 quilates foi transferido para Londres para decorar o Cetro Real. A joia é guardada na Torre de Londres.

Em 2015, a segunda maior pedra com 1109 quilates foi encontrada na África. Ele recebeu o nome de Lesedi La Rona. Assim, a diferença de peso entre os diamantes era de apenas 11 quilates.

Uma avaliação do novo diamante será realizada em um futuro próximo. A empresa comercializadora de diamantes do Botswana decidirá então se comprará a pedra da empresa proprietária da mina ou deixará que a vendam.

[Planeta]

 
});