Cientistas alertaram que um novo coronavírus mais perigoso apareceu na África do Sul. Não apenas idosos com imunidade fraca estão em risco, mas também jovens residentes completamente saudáveis, há um aumento ativo no número de infecções com a nova mutação.

O novo tipo de vírus foi denominado 501.V2, as autoridades sul-africanas veem uma tendência negativa e avaliam os possíveis riscos, mas não veem motivos para pânico. Alexander Chepurnov, do laboratório de infecções especialmente perigosas "Vector", disse que tais mutações podem aparecer, o que tornará as vacinas ineficazes e o vírus invencível.

Os cientistas precisam se concentrar no desenvolvimento de medicamentos que suprimam o próprio vírus. Algumas pessoas têm uma predisposição genética, o que aumenta o risco de consequências graves da infecção, dizem os especialistas.

[Planeta]

 
});