Sir Isaac Newton já foi descrito como um 'filósofo natural'. Crédito da imagem: Domínio público O

Célebre físico Sir Isaac Newton tinha um grande interesse na alquimia, nas pirâmides e no fim dos tempos.

O físico mundialmente famoso, cujas leis de movimento e gravitação viriam a dominar nossa compreensão do universo físico por vários séculos, também é conhecido por ter mantido anotações extensas sobre vários assuntos "alternativos", incluindo a alquimia - o precursor da química moderna - e a teoria do apocalipse bíblico - que diz respeito às previsões do fim do mundo.

Algumas dessas notas, que trazem as marcas de um incêndio acidental envolvendo uma vela e o cachorro de Newton, estão em leilão e já renderam lances de mais de US$ 375.000 mil.

As notas detalham o interesse de Newton na Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, bem como em uma unidade de medida egípcia conhecida como cúbito real. Ele acreditava que se pudesse quantificar esta unidade, isso poderia ajudar a refinar suas próprias teorias da gravitação e desbloquear percepções geométricas que poderia, em última análise, permitir que ele prevê-se o fim do mundo.

"Ele estava tentando encontrar provas para sua teoria da gravitação, mas, além disso, acreditava que os antigos egípcios guardavam os segredos da alquimia", disse o especialista em manuscritos da Sotheby's Gabriel Heaton.

É claro que, no momento em que este livro foi escrito, muitas dessas ideias teriam sido consideradas heréticas e completamente inadequadas para publicação, razão pela qual foram compartilhadas apenas em particular.

Se a notícia desses interesses tivesse se espalhado, provavelmente teria encerrado toda a sua carreira.


 
});