Sapos venenosos invadem o sul da Flórida no último sinal do apocalipse. | Resumo.



                                                                Ugh, não, obrigado.
                                                                      Foto Getty

2020 não está sendo um ano fácil. Já noticiamos que vespas assassinas gigantes chegaram aos Estados Unidos, isso sem falar das milhares de vítimas pelo coronavírus, que continua se alastrando cada vez mais com um novo epicentro de transmissão no Brasil. Infelizmente as notícias ruins não param por aqui, visto que agora uma nova praga está se multiplicando no sul da Flórida.

O anfíbio do qual estamos falando é o sapo-de-cana, uma espécie bem grande que está se multiplicando cada vez mais no sul da Flórida, nos Estados Unidos. O grande perigo é pelo veneno que eles portam, que é perigoso e pode matar até animais de estimação, como cachorros, por exemplo. Outro ponto é que eles são altamente prejudiciais para o meio ambiente.

Isso porque eles não são nativos da Flórida, mas sim da América do Sul, Central e do Texas, mas foram levados até lá para tentar combater insetos que atacavam fazendas de cana-de-açúcar em 1936. A tentativa não só falhou ao combater os insetos como também prejudicou as plantações, afinal os sapos comeram praticamente tudo, se tornando uma praga implantada no local ao invés de solução.

O maior problema é que o estado está entrando na estação das chuvas, que ajudam na proliferação desses animais e permite que se multipliquem cada vez mais, de acordo com o Miami Herald.

Além de serem perigosos para os animais, o veneno dos sapos-de-cana pode afetar humanos, principalmente se entrar em contato com mucosas, como os olhos e a boca, por exemplo, causando dor severa, inflamações e até cegueira temporária.

Em 2019 já houve uma infestação do tipo, onde os anfíbios causaram diversos prejuízos em piscinas, invadiram as ruas e jardins e tudo parece prestes a se repetir novamente.









Com a Informação GizModo e Tudo Celular.

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });