17 de fev. de 2020


Nuvem de gafanhotos enchem os céus de fronteiras chinesas após praga destruir plantações na África e o gigante asiático lutar contra o coronavírus.
A estimativa é de que bilhões de gafanhotos tenham devastado campos agrícolas no Quênia, Somália e Etiópia, além de terem passado por países da Ásia e Europa.
Conforme publicou o tabloide Daily Star, a devastação seria uma das maiores já provocadas por gafanhotos nas últimas décadas no continente africano.
Por sua vez, a ONU tem emitido alarmes sobre a seriedade do problema, enquanto os gafanhotos entram no território da China, conforme visto no vídeo abaixo.



Acredita-se que o local onde foi feito o vídeo seja a província de Xinjiang, caracterizada por desertos e próxima de países da Ásia Central e da Rússia.

China preparada e coronavírus

Ainda segundo a mídia, o governo chinês não tem visto a praga de gafanhotos como motivo de preocupação.
A razão disso seria as tecnologias que o país possui para lidar com o problema.
Além disso, o gigante asiático tem focalizado seus esforços no combate ao coronavírus, o qual já tirou a vida de quase 1.800 pessoas no país.









Com a Informação Sputnik.

0 Comentários :

Postar um comentário