junho 12, 2019
0

É importante saber, que do ponto de vista espiritual, não existem somente larvas a nível físico, como os parasitas(vermes e protozoários) intestinais e necrófagos que roubam nossa vitalidade.
Existem também , tais seres energéticos negativos, que em outras dimensões, se apropriam de nossa saúde, bem estar, prosperidade, riqueza e equilíbrio mental e emocional.
Esses seres energéticos são são denominadas Larvas Astrais .
Estes, possuem as formas mais bizarras e grotescas que a mente humana poderia conceber.
Essas entidades do mental e do astral inferiores, alimentam-se de nossos atos, pensamentos e desejos negativos e destrutivos.
Normalmente, são gerados em locais considerados "sujos" espiritualmente, como por exemplo, cemitérios, hospitais , prostíbulos ,açougues, locais utilizados por viciados em drogas (cracolândias) são onde rastejam disformes vampirizando e sugando energia vital.
Dirigem-se a bares e a locais onde encontram-se alto consumo de bebidas alcoólicas e fumo , onde também sugam tais gostos e odores do que as pessoas consomem.
Sã criaturas vampirizadoras de nossos sentimentos, desejos e pensamentos e possuem baixíssima vibração. Alimentam-se dessas energias negativas, sugando nossas reservas. Podem ser inicialmente geradas ou atraídas por nós mesmos, através do desequilíbrio físico, espiritual e emocional ou enviadas por espíritos malignos que encontram “abertura” em nossa defesa psíquica.
Devemos evitar raiva,ira, rancores e maledicência , além do desejo do mal a nosso próximo(justificada por nosso desejo de "justiça divina").
Porém, como seres humanos falhos e carnais que somos , isso é muito difícil.
É necessário que nos dediquemos as orações, estudos e boas mentalizações para que possamos emitir e emanar boas vibrações energéticas, afastando assim estes seres astrais negativos.
Cuidados com nossos lares e com nosso corpo, de bons hábitos de higiene geral, também propiciam o afastamento e a não aproximação destas más energias.
Não estamos sozinhos...



(Resumo por Sílvia Restani - Estudos Espiritualistas)

0 Comentários :

Postar um comentário