22:19
0

Um minúsculo besouro preto está devastando árvores na África do Sul, e, infelizmente, ninguém sabe como pará-lo.

Depois de chegar do Sudeste Asiático cerca de quatro anos atrás, a chamada broca polífaga (PSHB, na sigla em inglês) se espalhou por uma extensão de 1.600 quilômetros pela África do Sul.
Um efeito colateral indesejado da globalização, acredita-se que o besouro tenha chegado junto com paletes de madeira em um navio.
A broca polífaga chamou a atenção dos cientistas pela primeira vez em 2008, depois de infestar pomares de abacateiros em Israel, e foi então encontrada perfurando milhões de árvores no sul da Califórnia.
Abacateiro infestado pelo besouro PSHB em Israel.
Agora, a África do Sul provavelmente enfrenta a maior invasão em extensão de superfície de todos os tempos.
O inseto deverá reduzir drasticamente a área verde de Joanesburgo, uma das maiores florestas artificiais no mundo.
A praga também poderia prejudicar a produção sul-africana de abacate, macadâmia, vinho, frutas com caroço e noz-pecã, que representam uma grande fatia dos US$ 11 bilhões em exportações agrícolas do país.
Enquanto a maioria dos besouros prefere árvores mortas ou prestes a morrer, a broca polífaga é uma entre menos de 20 espécies de besouros no mundo que atacam agressivamente uma variedade extraordinariamente ampla de árvores saudáveis.


 Com a Informação Bloomberg.

0 Comentários :

Postar um comentário