Recentemente falamos da terrível situação vivida por pessoas albinas em diversos países do continente africano, em função das crenças em macabros rituais realizados por feiticeiros locais e que usam membros de pessoas albinas como ingredientes para feitiços (clique aqui para recordar). A notícia que poderemos conferir na postagem abaixo é maus um triste capítulo dessa horrenda história, venham comigo conhecer mais esse terrível tormento.

O Malawi está vendo um comércio crescente de órgãos genitais masculinos. A promotora Cecilia Zangazanga fez a observação de que quatro pessoas foram presas por tentar vender as partes íntimas em maio, segundo relatado no Nyasa Times. Dois deles foram presos em um posto de gasolina na capital, Lilongwe, tendo recebido a genitália de um supervisor do necrotério e um atendente que iria cortar o tecido de um cadáver, diz o relatório. O quarteto foi condenado a um total de 26 anos.

Zangazanga pediu uma sentença longa como forma de amedrontar os comerciantes de genitálias, dizendo que o número de casos vem aumentando, relata o site que tem correspondentes em toda a região sul africana. Em abril, ele informou que um empresário de 30 anos de idade, estava lutando pela vida depois de ter seus genitais cortados em um ataque no sul da cidade de Zomba. Depois de um assalto semelhante no ano anterior, o site chamou tal comércio como um "sinal de desespero das pessoas para sair da pobreza". Genitais estavam em "alta demanda por feiticeiros", enquanto que os "mercadores" também vendiam pênis e testículos para o exterior.







Com a Informação Submundo.

0 Comentários :

Postar um comentário