Pesquisadores da Universidade de Michigan afirmaram que asteroide BP519, descoberto há quatro anos, se movimenta de maneira incomum devido à forte conexão com planeta Nibiru, conhecido como "casa dos alienígenas".

Numerólogos, teóricos da conspiração e até cientistas acreditam na existência de um planeta chamado Nibiru (clique AQUI para ler mais sobre esse bizarro planeta), ou "Planeta Nove", que seria habitado somente por alienígenas. Para essas pessoas, em um futuro distante, esse planeta poderá se chocar com a Terra, causando o apocalipse do fim dos tempos.

A origem do mito de Nibiru remonta ao período em que surgiram os sumérios, um dos mais antigos povos da Mesopotâmia (clique aqui para saber mais a respeito), há cerca de 5 mil anos. Os Sumérios acreditavam que Nibiru era o planeta natal dos deuses que criaram a raça humana: os Anunnakis. Os Anunnakis teriam criado a raça humana através da combinação dos seus genes com genes de animais terrestres.

Segundo esse grupo, um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, pode acabar com as dúvidas sobre Nibiru e ainda comprovar sua presença em nosso Sistema Solar. A pesquisa citada é sobre o asteroide BP519, encontrado em 2015 pelos americanos, que analisa o trajeto orbital percorrido pela rocha e pela movimentação e ângulo incomuns que ainda projeta.

Nibiru pode ter impulsionado o asteroide no Sistema Solar

Com a realização do estudo, o grupo descobriu que o BP519 viajou cerca de 450 vezes a distância entre o Sol e o planeta Terra, e tem uma órbita altamente inclinada, o que o faz se movimentar de forma perpendicular se comparado ao restante dos asteroides e dos planetas presentes em nosso sistema.


Devido a essas características raras, o grupo acredita que o asteroide tenha vindo do misterioso 'Planeta Nove', que, para eles, também pode ter sido o grande responsável pelo trajeto da rocha ao redor do Sol.


“Em 2015, nossa equipe identificou o asteroide BP519 e ajudou na coleta de informações para fortalecer a teoria que poderá comprovar a existência do 'Planeta Nove'. Se essa rocha espacial realmente tiver sido formada no Sistema Solar, como esperado, então há uma baixa probabilidade de que sua órbita possa atingir a inclinação elevada observada em processos dinâmicos envolvendo apenas os planetas conhecidos”, explicou ao Mirror uma das autoras da teoria sobre o Nibiru, Juliette Becker.

Becker ressaltou que, se outras informações dos envolvidos na pesquisa estiverem corretas, o caminho percorrido pelo asteroide representa uma conexão direta com Nibiru . “Se nossas estimativas forem certeiras, a casa dos aliens está interagindo ativamente com essa misteriosa rocha e com o Sistema Solar no geral”, concluiu.









Com a Informação Ultimo Segundo.

0 Comentários :

Postar um comentário