Segundo estudos dos demonologistas, que envolve um aprofundamento nos textos bíblicos, estes seriam os príncipes do inferno e que ocasionaram os sete pecados capitais. Veja quem são eles:

Lúcifer – Orgulho

Para Binsfield, Lúcifer é o demônio do orgulho, já que foi sua soberba perante Deus que causou sua desgraça. Mas de acordo com Michaelis, ele teria sido o líder da “primeira esfera” do inferno, reservada a ex-querubins, serafins e tronos.
lúcifer
O seu nome em hebraico significa “estrela da manhã”, “estrela da alvorada”, ou “luz da alvorada”. Ele é o mais belo, sábio e poderoso ser criado por Deus, um anjo, (um querubim), caído que se rebelou contra o seu pai e gerou uma guerra celestial.
Após perder a guerra contra Deus, ele e cerca de 1/3 dos anjos dos céus foram expulsos do paraíso e exilados no mundo dos mortos, ou “Sheol”.

Belzebu – Gula

O teólogo e bispo alemão Peter Binsfiel definiu em 1589 cada demônio a um tipo de pecado capital. Então, segundo suas definições, o Belzebu seria o rei da gula. Mas textos de 1613 do inquisidor francês Sebastien Michaelis, o considera a origem do orgulho.
Belzebu
Ele é o tenente dos exércitos do inferno, sendo ligado diretamente a Lúcifer, o imperador do Inferno. É também intitulado como o “Senhor das Moscas”. Sendo também uma das três entidades que constituem a profana trindade dos infernos, aquela que se opõe à santa trindade dos céus.

Leviatã – Inveja

É um ex-serafim, e um dos demônios mais poderosos do inferno, responsável por fazer os homens tornarem-se hereges. É um monstro que habita no mar, demônio da inveja, de enormes proporções e rei de todas as criaturas do mar.
Leviatã demônio
Seu arquétipo refere-se a brutalidade, ferocidade e aos impulsos mais selvagens e incontidos da humanidade. Também é chamado de “O Grande Embusteiro”, pela facilidade com que triunfa em lances políticos, tratados comerciais e intrigas palacianas. Favorece os homens e as mulheres que gostam de correr o mundo, servindo-lhes para obter fama e honras, é patrono da Melancolia e da Poesia.

Azazel – Ira

Ele é considerado o líder dos anjos caídos que se envolvia sexualmente com mulheres mortais, de acordo com Binsfield. Também é conhecido por auxiliar os homens na fabricação de armas de guerra, por isso está diretamente ligado à ira. Mas Michaelis discorda, ele diz que esse pecado era causado pelo ex-príncipe dos querubins Baalberith, que transformava homens em assassinos.

Outros acreditam que dele tenha surgido a expressão bode expiatório, já que ele é assim tratado em um dos livros da Bíblia cristã. Para as suas mulheres, Azazel ensinou os segredos dos cosméticos, assim como lhes revelou os segredos da prática da Magia Negra.

Asmodeus – Luxúria

É um espírito do mal considerado um dos mais antigos demônios, estando somente abaixo de Lúcifer. Ele foi absorvido pelo judaísmo, que o associa ao rei de Sodoma (cidade bíblica destruída por Deus no Velho Testamento). Daí sua conexão com a luxúria.
Asmodeus demônio
É o pai da destruição, dos jogos, do mistério e da perversidade. Certas teses demonológicas afirmam que ele seria o filho de Adão e Lilith, que foi gerado quando Lilith ainda era esposa de Adão e ambos viviam no paraíso.
Mais tarde Lúcifer, veio a possuir Eva, e desse segundo relacionamento sexual nasceu Caim. Caim e Asmodeus são por isso os primeiros primogênitos da história humana, ambos condenados aos domínios infernais.

Belphegor – Preguiça

Seu nome significa “Senhor do Fogo”. Ele teria uma aparência robusta, atlética e de chifres de carneiro. Tinha uma grande capacidade de realizar descobertas e invenções que trariam riqueza fácil aos homens, tornando-os vítimas da preguiça.
Belphegor demônio
Já na análise de Michaelis, esse vício seria causado por outra criatura maligna, Astaroth, ex-membro da classe dos tronos. Ele também foi um anjo criado por Deus e que teria se rebelado contra seu criador.

Mamom – Avareza

Ele é relacionado a avareza, onde seu nome em aramaico significa “riqueza”. Filho de Lúcifer e Lilith, e meio irmão de Caim (filho de Lúcifer e Eva), e Asmodeus (filho de Lilith e Adão). Mammon, Asmodeus e Caim constituem a trindade dos primeiros primogênitos.
Como ser, Mamon representa o terceiro pecado, a Ganância ou Avareza, também o anticristo, devorador de almas, e um dos sete príncipes do Inferno. Sua aparência é normalmente relacionada a um nobre de aparência deformada, que carrega um grande saco de moedas de ouro, e “suborna” os humanos para obter suas almas. Em outros casos é visto com uma espécie de pássaro negro (semelhante ao Abutre), porém com dentes capazes de estraçalhar as almas humanas que comprara.











Com a Informação WebTudo.

0 Comentários :

Postar um comentário