O famoso físico britânico, Stephen Hawking, adverte que a Terra se transformará em um mundo infernal se o aquecimento global continuar.
Em meados do ano passado, Hawking criticou a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de se retirar do Acordo de Paris para a redução das emissões de gases de efeito estufa. Nessa conexão, o físico advertiu que as ações do presidente estadunidense poderão converter a Terra em um planeta tão inabitável como Vênus.
Em particular, Hawking destacou que se as emissões não forem reduzidas, um dia a Terra se parecerá com o planeta Vênus, cujas temperaturas podem atingir 460°C.
Vênus, o segundo planeta do nosso Sistema Solar, era muito parecido com a Terra há 4.000 milhões de anos: era habitável, com água em sua superfície e temperaturas amenas. No entanto, a acumulação de gases de efeito estufa na atmosfera do planeta o transformou no que é hoje.
De acordo com Hawking, o mesmo pode acontecer na Terra se os gases de efeito estufa na nossa atmosfera alcançarem níveis extremos.
"Quando na próxima vez você encontrar um negacionista em mudanças climáticas, diga-lhe para fazer uma viagem a Vênus. Pagarei o bilhete", ironizou o físico.
Stephen Hawking repetidamente declarou que o planeta Terra pode se tornar inabitável se as mudanças climáticas continuarem.
O famoso físico apela ao mundo para que tome medidas agora para evitar a alteração climática, que é considerada uma das maiores ameaças à humanidade.



Com a Informação Sputnik.

0 Comentários :

Postar um comentário