Cometa PanSTARRS C/2016 R2 como registrado em 6 de janeiro de 2018 pelo astrônomo Michael Jäger, a partir de St. Oswald, na Áustria.

Além da orbita de Marte, um brilhante cometa azul está apresentando um estranho comportamento. Jatos de material congelado estão jorrando no espaço, formando uma cauda caótica em forma de joelho, retangular e bastante incomum.

Batizado de PanSTARRS C/2016 R2, o objeto tem um período orbital de pouco mais de 20 mil anos e fez sua maior aproximação da Terra em 23 de dezembro de 2017, a 307 milhões de quilômetros.
A foto acima revela o objeto como registrado em 6 de janeiro de 2018 pelo astrônomo Michael Jäger, a partir de St. Oswald, na Áustria. Para obter uma boa imagem, Jäger fez 30 cenas em 90 minutos, o que permitiu registrar detalhes bem interessantes do cometa.

Cometa de Cor Azul

A cor azul observada na imagem é bastante reveladora. Essa é a cor do monóxido de carbono ionizado (CO+), substância que fluoresce no vácuo do espaço interplanetário ao ser atingida pelos raios ultravioleta emitidos pelo Sol.
Recentemente, através de registros feitos pelo radiotelescópio submilimétrico de 10 metros de diâmetro instalado em Monte Graham, no Arizona, pesquisadores da Universidade do Sul da Flórida constataram que Panstarrs despeja no espaço cerca de 4,7 x 10^28 moléculas de CO a cada segundo.
E isso é muita coisa. O último objeto notável com tamanha quantidade de CO foi o cometa Humason em 1962, o que significa que a dinâmica de Panstarrs é bastante rara.

Gás Volátil

Cometas com grande quantidade de monóxido de carbono podem apresentar formas bem estranhas, como a observada na foto. A substância é extremamente volátil e pode sublimar (passar do estado sólido para o gasoso) na presença de temperaturas tão baixas como -248 graus Celsius. Para isso, basta apenas um pouco de luz solar para transformar grandes depósitos de CO congelados em jatos selvagens de gás em forma de nuvens ondulantes.
"Será muito interessante assistir o PanSTARRS à medida que ele se aproxima mais do sol", disse Michael Mattiazzo, veterano observador de cometas, da Austrália.
De acordo com os dados orbitais, PanSTARRS C/2016 R2 atingirá o periélio em 9 de maio de 2018, quando se aproximará a 389 milhões km da estrela.







Com a Informação Apolo11.

0 Comentários :

Postar um comentário