Uma mulher de 60 anos morreu na primavera de 2016 após contrair a Corynebacterium ulcerans, um tipo de bactéria que pode ser transmitida dos animais aos humanos, anunciou o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar em 15 de janeiro.
A morte da mulher, que vivia na província de Fukuoka, marcou a primeira fatalidade causada pela bactéria. O ministério da saúde emitiu avisos para todos os governos provinciais e outros órgãos pedindo atenção a potenciais riscos de infecção.
De acordo com o ministério, a mulher foi transportada a um hospital em maio de 2016 após se queixar de dificuldades para respirar e morreu no terceiro dia. Testes sanguíneos detectaram a Corynebacterium ulcerans no sistema imunológico da mulher. Ela vinha alimentando gatos de rua antes de desenvolver os sintomas.

A enfermidade é um exemplo de doenças infecciosas zoonóticas, caracterizadas pelas infecções transmitidas entre animais, como cães e gatos, e pessoas. Ela causa sintomas similares àqueles da difteria, como dor na garganta e tosse. Dizem que medicamentos antimicrobianos são eficazes no tratamento da bactéria.
O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas disse que no Japão, 25 pessoas contraíram a infecção e apresentam sintomas desde 2001, com a suspeita de que a maioria delas foi transmitida por cães e gatos de estimação.
Em 2006, uma mulher de aproximadamente 50 anos da província de Kanagawa morreu após desenvolver sintomas, embora a Corynebacterium ulcerans não ter sido a causa direta de sua morte.
Um funcionário do ministério da saúde aconselha as pessoas a lavarem bem as mãos após tocarem animais.

Com a Informação Portal Mie.

0 Comentários :

Postar um comentário