Robert Neller, comandante dos fuzileiros navais instalados na Noruega, advertiu os militares que na região pode desencadear "uma grande briga", comunicou o portal Military.com.
Neller não descartou que os oficiais podem ser deslocados, enquanto a presença norte-americana na região será ampliada. 
"Espero que eu esteja enganando, mas a guerra está se aproximando. Graças à presença de vocês aqui, vocês estão participando da luta de informação e política", assinalou ele, se dirigindo aos oficiais.
O general explicou que no futuro próximo a região do Pacífico e a Rússia ficarão em foco de atenção.
"Lembrem-se o porquê vocês estão aqui. Eles estão monitorando vocês […] assim como vocês estão monitorando eles. Temos 300 fuzileiros navais aqui; mas caso for preciso, poderíamos aumentar este número para 3.000 em uma só noite", frisou Neller.
De acordo com a nova Estratégia de Defesa dos EUA, publicada em 18 de dezembro, a Rússia representa para os norte-americanos uma séria ameaça. 
Subdivisões do exército norte-americano foram instaladas na Noruega em janeiro deste ano, sendo a primeira instalação de tropas estrangeiras no país desde a Segunda Guerra Mundial. No país escandinavo os fuzileiros navais treinam para combater em severas condições climáticas.





Com a Informação Sputnik.

0 Comentários :

Postar um comentário