11:47:00
0

O Tabuleiro Ouija sempre atraiu muitas pessoas. Talvez pelo mistério e sensação de medo que “brincar” com este objeto pode causar. Porém, existem muitas histórias terríveis sobre pessoas que sofreram algum tipo de malefício após utilizá-lo

Dentre os vários exemplos, podemos citar o caso que inspirou o filme “O Exorcista”, onde a possessão ocorreu após a utilização da Tabua Ouija. Ou então as citações dos Warren no livro “Ed & Lorraine Warren: Demonologistas”, da Darkside afirmando que vários fenômenos envolvendo entidades do mal ocorreram após pessoas usarem a Tábua Ouija para se comunicar com o mundo espiritual.

Abaixo selecionamos mais algumas histórias:

01. Em 25 de novembro de 2007, cinco jovens se encontraram em uma casa abandonada para jogar a Ouija. A primeira pergunta que um deles fez foi perguntar se algum deles estava incomodando o contato com o mundo espiritual. A tábua indicou que três dos meninos deveriam imediatamente deixar o lugar.

Assim que os três jovens saíram e andaram cerca de 100 metros, ouviram um barulho alto atrás deles. Quando se viraram para ver o que estava acontecendo, perceberam que a velha casa desabou, com seus dois amigos dentro dela, que perderam a vida.

02. Jennifer Lynn Sprigman era uma garota de 14 anos que morava em Illinois e foi descrita por seus amigos como uma pessoa muito nervosa e fácil de se impressionar com qualquer história. Em dezembro de 1972, um amigo da escola propôs jogar a tábua Ouija, algo que Jennifer concordou e, sem hesitação, a primeira pergunta que ela fez foi em que idade morreria.

A tábua indicou o número 18 e mais tarde, escreveu as palavras "assassinada" e "estrangulada". De fato, em 3 de outubro de 1976, apenas duas semanas antes de Lynn completar 18 anos, a menina morreu desta forma nas mãos de um estranho, cuja identidade ainda é um mistério.

03. Um dos casos que repercutiu por toda a Venezuela em 2006 foi o de Andrea , uma jovem que experimentou a terrível experiência de perder a mãe quando tinha 15 anos. Três anos depois de sua perda, a adolescente e vários de seus amigos decidiram realizar uma macabra sessão de Ouija.

A primeira pergunta que eles fizeram foi se era um espírito bom ou ruim, e depois, para todas as perguntas, o jogo respondia citando o nome de Andrea e dizia datas importantes para a menina.

Então seus amigos notaram que a menina estava experimentando algo como uma possessão demoníaca. Vários dias depois do ocorrido, Andrea disse que acreditava ter entrado em contato com o espírito de sua mãe, pois era uma mulher muito severa e não gostava que sua filha andasse com outras pessoas.

04. Um homem que se identificou como Myles W. contou que ele e seus amigos jogaram Ouija quando tinham 19 anos. Eles criaram sua própria mesa com uma folha de papel e, em pouco tempo, conseguiram entrar em contato com um espírito.
Como uma brincadeira, eles perguntaram quais seriam os próximos números sorteados pela loteria. A tabua indicou os números, mas também lhes disse: “a sorte tem duas faces". Horas mais tarde, eles fizeram uma aposta com os dígitos fornecidos pela Ouija, que dias depois acabou por ser a vencedora.

A vida de Myles e seus amigos continuou normalmente por alguns anos, até que um dia tudo começou a mudar. Um dos meninos sofreu um acidente terrível, o negócio de sua empresa faliu e ele se tornou alcoólatra e vagabundo. 

Mais tarde, outro amigo entrou em um centro de desintoxicação e Myles sofreu um acidente de carro que quase lhe custou a vida. Todos vivem infelizes e com problemas, maldizendo o dia que brincaram com a Tábua Ouija

05. A sociedade de Arkansas estremeceu com o caso de Dennis e David , dois jovens de 20 anos que professavam o satanismo e que usavam a Ouija para se comunicar com um ser do além, a quem chamavam de "mestre".

Em 22 de dezembro de um ano qualquer, ambos os jovens convidaram dois outros amigos para tentar o jogo. Minutos depois de iniciarem a comunicação com a Tábua Ouija, os convidados desistiram e disseram que iam embora, no entanto, Dennis e David reagiram mal e acabaram apunhalando-os.

Um dos feridos conseguiu escapar e avisou a polícia, que no dia seguinte, achou os atacantes dormindo em uma poça de sangue, indicando que uma pessoa havia sido massacrada.

Ambos foram sentenciados a prisão perpétua e enviados a um hospital psiquiátrico, alegando que "uma voz" ordenou que eles agissem dessa maneira.




Com a Informação Clube do Medo.

0 Comentários :

Postar um comentário