09:07:00
0

A grande e absoluta maioria de nós, amantes de terror, já nos deparamos com algumas teorias da conspiração durante os nossos momentos ociosos na blogosfera e no youtube. Algumas dessas teorias parecem infundadas, mas sempre existem aquelas que acabam nos cativando, seja por envolverem algum assunto do qual gostamos ou por apresentarem argumentos interessantes. Só que agora, dois estudos separados sugerem que as pessoas que acreditam em teorias da conspiração apenas querem se sentir únicas.

Conforme publicado pelo PsyPost, os dois estudos estão disponíveis no PsycNet e no European Journal of Social Psychology. O primeiro estudo foi intitulado "Eu sei coisas que eles não sabem!". Participaram mais de 1.000 pessoas. Os pesquisadores descobriram que as pessoas que apoiavam teorias de conspiração eram mais propensas a pensar que tinham informações que mais ninguém tinha e dessa forma se sentiam em mundinho fechado onde só os iluminados têm informações sensíveis.

Eles também descobriram que aqueles que querem ser mais originais também são mais propensos a acreditar em uma teoria particular, ainda que seja uma grande tolice. O mesmo aconteceu com as pessoas encorajadas ao exclusivismo.

- "Esses estudos sugerem que as teorias da conspiração podem servir para o desejo das pessoas de serem únicas, destacando uma base motivacional da crença da conspiração", afirmou Anthony Lantian, co-autor do estudo, da Universidade de Grenoble Alps, na França, em seu artigo.

Eles notaram, no entanto, que não tinham certeza se isso era uma consequência de quais teorias de conspiração eles tinham em seu poder, ou se era simplesmente por que as teorias não eram convencionais.

No segundo estudo, mais de 1.000 participantes também foram utilizados. Intitulado "Muito especial para ser enganado", descobriu que o desejo de se afastar da multidão levou a crenças irracionais.

Em três experimentos, eles encontraram achados semelhantes. Ou seja, as pessoas que queriam ser únicas eram mais propensas a acreditar e endossar as conspiranoias mais estúpidas. Eles também descobriram que uma determinada teoria da conspiração recebeu mais apoio quando os participantes souberam que apenas uma minoria de pessoas acreditava.

- "Juntas, essas descobertas sustentam a noção de que as crenças de conspiração podem ser adotadas como um meio para alcançar um senso de singularidade", escreveram os autores Roland Imhoff e Pia Karoline Lamberty da Universidade Johannes Gutenberg de Mainz na Alemanha.

Então, na próxima vez que alguém lhe disser que o Triângulo das Bermudas está engolindo aviões ou os Illuminati querem dominar o mundo, lembre-se de que provavelmente só estão querendo aparecer. 

Foi iniciada a contagem de tempo para a aparição de uma teoria da conspiração que afirme que esses dois estudos foram forjados por alguma sociedade secreta para desacreditar os teóricos da conspiração.

Eu sou declaradamente fã de teorias da conspiração, pelo menos de algumas delas, e me sinto um tanto ultrajado por essas pesquisas, afinal de contas será que me incluo nesse grupo de pessoas que desejam avidamente serem singulares?

Bom, não posso negar  que sempre passou pela minha cabeça que pessoas que acreditam em tudo quanto é teoria da conspiração tinham um parafuso a menos, afinal de contas, algumas dessas teorias não possuem pé nem cabeça, e mesmo assim há que defenda as mesmas com unhas e dentes.


MDig.

0 comentários :

Postar um comentário