03:32:00
0

Imagens do SpaceX Satellite divulgadas pela Agência Espacial Norte-americana, possuem “edição misteriosa”, segundo defendem os ufólogos.

O satélite SpaceX foi lançado em Cape Canaveral, na Flórida, nos Estados Unidos, na última quinta-feira (30), pelo Centro Espacial Kennedy, da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa). O foguete de 23 andares saiu às 6h27 (horário local) e poderia ser apenas mais um lançamento ao Espaço – mas está dando o que falar nas redes sociais, porque alguns ufólogos defendem se tratar de mais uma prova da existência de vida extraterrestre, com o aparecimento de óvnis.

Alguns canais de ufologia compartilharam o vídeo, que foi originalmente divulgado pela Nasa, e defendem que ele possui cortes de edição a fim de esconder ou disfarçar o aparecimento de alguns pontos de luz misteriosos, que aparecem ao fundo das imagens, ou seja, óvnis. Quando esses supostos objetos aparecem, a câmera sai do satélite e traz imagens de infográficos, que explicam o ponto de partida do satélite, por exemplo. 

Pelo menos 20 ufólogos compartilharam ideias e teorias acerca do vídeo em um canal do Youtube, após a transmissão ao vivo feita pela agência durante o lançamento do satélite SpaceX. Alguns deles citam que os cientistas estariam “escondendo informações” sobre “vidas extraterrestres”.  


“Nós podemos ver pelo menos seis óvnis passando ao fundo, e pela distância [do satélite], eu poderia chutar que o tamanho destes objetos é consideravelmente grande”, disse um deles. “Muito maior do que a típica desculpa da agência espacial de partículas de gelo, podemos estar olhando icebergs”, complementa outro. 

As teorias referentes a este vídeo foram primeiramente compartilhadas pelo canal “Streetcap1”, que divulgou o vídeo com o “SecureTeam10”, um grupo de pessoas que estudam o fenômeno dos óvnis, e investigam fotos e imagens de vídeo – publicando-as online. 
Teorias da conspiração

Esta não é a primeira vez que ufólogos defendem que houve cortes em imagens ao vivo após o aparecimento de óvnis. No começo deste ano, uma transmissão ao vivo feita pela Nasa, a partir da Estação Espacial Internacional, causou rebuliço entre o grupo, levantando diferentes tipos de teorias da conspiração. Muitos acreditam que tais cortes nos vídeos são feitos de maneira deliberada e que, naquele caso, era possível perceber seis óvnis. 



Último Segundo.

0 Comentários :

Postar um comentário