13:32:00
0
O eclipse de 21 de agosto de 2017 foi provavelmente o eclipse total mais visto e registrado de toda história. A totalidade do evento foi vista em uma longa faixa através dos EUA e rendeu fotografias de tirar o fôlego.
O eclipse de 21 de agosto de 2017 foi provavelmente o eclipse total mais visto e registrado de toda história. A totalidade do evento foi vista em uma longa faixa através dos EUA e rendeu fotografias de tirar o fôlego.
O eclipse continental começou oficialmente na costa oeste dos EUA, mais precisamente na cidade de Salem, no estado do Oregon, às 09h05 da manhã local, 13h05 BRT (Horário de Brasília) e às 10h18 a Lua cobriu totalmente o disco solar.

Desde então, a combinação de movimentos entre Terra, Sol e Lua não parou mais de revelar sua beleza e por duas horas e meia mergulhou na escuridão uma longa e estreita faixa de terra com mais de 4.5 mil km de extensão, entre a costa do Oregon, no Pacífico e a costa da Carolina do Sul, no Atlântico.


No Brasil, o eclipse também foi visto em diversas cidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Embora de forma parcial, o evento astronômico rendeu belíssimas fotos do Sol mordido próximo ao horizonte.

Registro composto mostra o progresso do eclipse de 21 de agosto, desde a fase parcial até a totalidade. Toda a cena foi fotografada no Parque Nacional North Cascades, em Washington.

Praticante de Slackline curte a travessia entre duas encostas, ao mesmo tempo em que o eclipse mergulha na escuridão o Smith Rock State Park.
Efeito Bailey Beads, visto quando a Lua faz seu movimento final na frente do disco solar. Foto feita em Madras, Oregon. Crédito: Nasa.

"Eclipse na Palma da Mão" visto através do método indireto conhecido como Pinhole (buraquinho em uma cartolina), registrado em Arlington, Texas.

Belíssimo registro do "anel de diamante" iluminando o alpinista durante o início da totalidade do eclipse de 21 de agosto de 2017.

Após escalar a montanha, alpinista solitário contempla o momento da total escuridão produzida pela sombra da Lua no estado do Oregon.
Imagem aberta mostra alpinistas e praticantes de Slackline durante o ápice do eclipse nas montanhas do Parque Nacional de Smith, no Oregon.

Alpinista observa o eclipse total do Sol em Smith Rock State Park, no estado do Oregon.

Estação Espacial Internacional, ISS, cruzando o disco solar no momento do eclipse de 21 de agosto. Foto obtida a partir do Northern Cascades National Park, em Washington.

Eclipse de 21 de agosto registrado de dentro da Estação Espacial Internacional pelo astronauta italiano Paolo Nespoli, durante o momento que a nave cruzava os EUA.

Brasil: fase parcial do eclipse de 21 de agosto de 2017 registrado pelo internauta Silvio Dias, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, PE. Nas palavras do internauta, "O meu mais especial por do Sol".


0 Comentários :

Postar um comentário