14:26:00
0

Policial Leonardo Samaniego

Uma história causou grande excitação na cidade de Monterrey, no México. No dia 16 de janeiro de 2004, às 03h15, o policial Leonardo Samaniego, de Guadalupe, estava cumprindo a rotina de vigilância em seu carro de patrulha quando teve um contato com algo inusitado. A noite estava fria e escura, e as ruas vazias. Quando Samaniego fazia a ronda, um objeto enorme e negro caiu de uma árvore ao lado da rua, mas parou pouco antes de tocar o solo. Então, vagarosamente, pousou e se virou de frente para o carro de patrulha. O policial ligou os faróis para ver o que era e teve um susto. “Era uma mulher toda vestida de negro que tinha caído da árvore, mas que não tinha tocado o solo, apenas ficou flutuando vários centímetros acima dele”, declarou Samaniego.

Ele diz que a viu muito bem e que a estranha ficou olhando para ele. “Ela tentou cobrir sua face das luzes do carro, que pareciam estar incomodando. Tinha grandes olhos negros, sem pálpebras, e sua pele era marrom escura. Ela estava vestida com uma capa e um capuz negro”. Em questão de segundos a cena se transformou numa seqüência terrível de eventos para o policial, quase como um filme de horror. O ser pulou muito rápido para cima e, depois, para dentro do carro. Ele tentou arrancar Samaniego do veículo, enquanto esse, desesperadamente, gritava pedindo ajuda pelo rádio. Segundo a declaração do policial, o ser estava tentando agarrá-lo com suas mãos pela janela do automóvel. “Aquilo estava furioso, tentando me pegar com suas garras enquanto eu corri desesperadamente em marcha à ré, pedindo ajuda a qualquer unidade que estivesse por perto”. Quando finalmente chegou ao fim da rua, estava tão abalado que desmaiou.

Alguns minutos depois, duas unidades de polícia chegaram, bem como uma ambulância que estava perto. Felizmente, o policial não fora ferido, talvez devido ao fato de não ter abandonado o carro durante o incidente. O estranho ser desapareceu. Três dias antes, outros policiais viram a mesma entidade, desta vez na localidade de Santa Catarina. O caso foi investigado pelo ufólogo mexicano Santiago Yturria Garza, dirigente do OVNI Investigaciones Mexico.

0 Comentários :

Postar um comentário