17:14:00
0

Centenas de pessoas assistiram a um fenômeno pouco comum de luzes e cores no céu, sobre as águas do Atlântico. Na concorrida costa da Virgínia, nos Estados Unidos, o céu noturno ficou coberto de fogos de artifício incomuns que, durante alguns segundos, encheram de cores as câmeras e celulares dos presentes.

Este é um vídeo real do que foi possível ver no céu:

Estas vistosas luzes pertenciam a um objeto voador muito bem identificado, dado que se tratava do foguete de sondagem Terrier-Improved Malemute, lançado no dia 29 de junho a partir das instalações de voo da NASA Wallops.

O lançamento era muito aguardado, pois havia sido adiado em diversas ocasiões devido ao mau tempo.

Há várias décadas, foguetes como este vêm sendo utilizados para o estudo da nossa ionosfera, uma camada da atmosfera que se estende a partir dos 80 quilômetros de altura e que possui uma importância fundamental em fenômenos como as emissões eletromagnéticas ou as variações do campo magnético da Terra. As auroras boreais são um exemplo característico da interação das partículas de vento solar com a camada superior da ionosfera.

Nesta missão da NASA foram utilizados foguetes que subiram até 118 quilômetros de altura e lançaram uma série de dez recipientes, cada um do tamanho de uma lata de refrigerante, para testar um novo sistema de injeção múltipla.

Uma vez separadas do foguete, estas latas liberaram vapor de diversas cores, azul, verde, e até vermelho, que formaram as cores na ionosfera ao interagir com os diferentes elementos, como o bário, o estrôncio, e o óxido de cobre.

O voo durou apenas 8 minutos, mas os dados colhidos pelo foguete ajudarão os pesquisadores a estudar a interação de diferentes compostos nesta camada atmosférica, que diariamente é bombardeada pela radiação solar e por uma ampla variedade de partículas cósmicas.

Além do estudo científico, o lançamento também serviu como entretenimento para um grande grupo de fãs que se reuniram nas proximidades das instalações e que capturaram, com suas câmeras, dezenas e dezenas de imagens espetaculares, divulgadas pela NASA em sua página no Facebook.



Yahoo.

0 comentários :

Postar um comentário