12:59:00
0

Pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriram que um estranho animal microscópico pode ser o mais resistente do planeta. Suas características levam a crer que novas linhas de pesquisas podem surgir a favor da saúde dos seres humanos.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriram que um estranho animal microscópico pode ser o mais resistente do planeta. Suas características levam a crer que novas linhas de pesquisas podem surgir a favor da saúde dos seres humanos.
Chamado de tardigrado, o animal é popularmente conhecido como urso d’água.

Apesar de possuir uma aparência realmente estranha, o que mais interessa aos cientistas é sua capacidade em se manter vivo, mesmo em um ambiente sem água, uma característica considerada impossível até então.

Além disso, eles são resistentes e conseguem sobreviver a temperaturas baixas e altas, assim como podem viver no vácuo do espaço por pelo menos dez dias. O animal pode ser encontrado em vários locais do planeta, de abismos marinhos até às montanhas mais altas.

Apesar de serem um dos animais mais resistentes, eles são muito pequenos. De acordo com o Jornal Ciência, ele possui oito patas, sendo que cada uma tem de quatro a oito pequenas garras e seu corpo varia de 0,05 a 1,25 milímetros. A maior parte deles se alimenta do conteúdo celular de bactérias ou de algas, e vive entre os musgos e liquens.

Boa parte desses animais, que pode viver até 120 anos, está no Ártico e na Antártida. Através das descobertas recentes, os cientistas acreditam que podem surgir novos caminhos no estudo e na conservação de vacinas, do DNA humano, e das células tronco. 



Com informações do G1.

0 comentários :

Postar um comentário