06:57:00
0

WASHINGTON – A Coreia do Norte lançou outro míssil sofisticado na sexta-feira, que poderia atingir o continente americano.

O raro lançamento que foi feito tarde da noite enviou um míssil balístico para o espaço. Permaneceu no ar por mais de 40 minutos, voando 1.000 quilômetros para o leste antes de cair no mar do Japão.
Foi o segundo teste de míssil balístico intercontinental com sucesso durante o mês, e ele e voou mais longe do que qualquer míssil anterior.
Os analistas de inteligência do Pentágono ficaram surpresos com os rápidos avanços técnicos feitos pelos cientistas de armamentos da Coréia do Norte.
Os recentes vídeos de propaganda da Coréia do Norte apresentaram o Capitólio dos EUA em chamas. Os analistas acreditam que o míssil lançado na sexta-feira tem alcance suficiente para atingir Los Angeles, Chicago ou até mesmo Nova Iorque.
Não está claro o quão perto a Coréia do Norte tem condições de armar um míssil com uma ogiva nuclear.
Jeffrey Lewis, analista de controle de armas, disse:
Eles estão dizendo isso há muito tempo. Acho que a diferença é que nós estamos começando a acreditar neles.
Estamos em um relacionamento onde podemos destruí-los, e eles podem nos destruir, e talvez não gostemos, mas é bem aí que estamos..
No final da sexta-feira, o presidente Trump divulgou uma declaração sobre o lançamento, que dizia em parte:
Ao ameaçar o mundo, esses armamentos e testes isolam ainda mais a Coréia do Norte, enfraquecem sua economia e privam seu povo. Os Estados Unidos tomarão todas as providências necessárias para manter a segurança da pátria americana e proteger nossos aliados na região.
O Pentágono disse que o lançamento não representou uma ameaça imediata para os EUA, mas o míssil chegou muito perto do Japão. O primeiro-ministro Shinzo Abe chamou o teste de ameaça séria e real.
O chefe do Estado Maior dos Estados Unidos, General Joseph Dunford, discutiu respostas militares com seu colega sul-coreano.
Em um espetáculo de força, os militares dos EUA e da Coréia do Sul organizaram um exercício conjunto de mísseis em resposta direta à Coréia do Norte. Aconteceu enquanto o secretário de Estado, Rex Tillerson, ainda está tentando libertar três americanos que ficaram presos lá.


Ovni Hoje.

0 comentários :

Postar um comentário