01:22:00
0

Parece mentira, ou enredo de filme de ficção científica, mas pedras que crescem em contato com a água existem e mais inacreditável ainda é que eles se deslocam de um lugar para outro. As trovants como são conhecidas, não tem nada de sobrenatural, e são um incrível fenômeno geológico que acontece na pequena aldeia de Costesti, no Condado de Valcea, na Romênia. Anos atrás, os moradores da região nem davam importância para esses pedras, achando que fossem normais e que deveriam ter em outros lugares pelo mundo afora e as usavam na construção civil. Atualmente, a região onde existem essas pedras foi transformado no Museu Romeno da Reserva Natural Trovant (Muzeul Trovantilator), um museu a céu aberto, inaugurado em 2004 e hoje patrimônio da humanidade reconhecido pela UNESCO.

A palavra “trovant” ou “tesouro” foi um termo romantizado por G.H. Murgoci, em seu livro “Tertiary Oltenia” em 1907, para a palavra em alemão “Sandsteinkonkretionen”, que significa “areia cimentada”. Areia cimentada é o que trovants são – formas esféricas de areia que apareceram na Terra após poderosas atividades sísmicas. Na verdade, os terremotos que trouxeram essas rochas estranhas à superfície provavelmente ocorreram 6 milhões de anos atrás.


Trovants crescem quando entram em contato com água. Pedras pequenas, de seis a oito milímetros, podem acabar tão grandes quanto seis a dez metros. Algumas até se movem por conta própria. Quando cortados, trovants revelam anéis esféricos e elipsoidais, semelhantes aos troncos das árvores. Supõe-se que trovants possuem um núcleo de pedra, com uma camada externa de areia. Depois de uma chuva forte, pedras menores se formam sobre as maiores – é por isso que são chamadas de pedras de crescimento.


Existem muitas teorias, algumas científicas e outras fantásticas, para explicar o comportamento estranho de trovants. Os Geólogos dizem que estas rochas são resultantes de um processo de cimentação ocorrido milhões de anos atrás nesta região. Cientificamente, essas pedras seriam concreções de areia e seu formato irregular é produto da secreção irregular do cimento. A formação das pedras da Romênia teria relação com uma coisa chamada Diagenesis. Mas esta é apenas uma teoria. Experimentos conclusivos ou bem documentados nunca foram realizados sobre essas rochas bizarras. Por enquanto, elas continuam a ser uma atração turística popular na Romênia.


Mas a Romênia não é o único lugar onde esse fenômeno incomum pode ser encontrado. Acontece que existem mais pedras vivas em outras partes do mundo. Houve relatos de encontrar tais pedras na Rússia e na República Checa, só para citar alguns dos lugares onde Trovants também foram encontrados, porém sua concentração é muito maior na Romênia.















Magnus Mundi e Disclose.

0 comentários :

Postar um comentário