10:57:00
0

Astrônomos advertem que este problema vem piorando com os anos. Já a NASA estima que, caso não sejam tomadas medidas, a agência poderá perder todos os seus satélites em 10 anos.

Cientistas australianos advertiram sobre a crescente quantidade de lixo espacial na órbita da Terra, o que poderia levar a "colisões catastróficas com satélites" e prejudicar as economias mundiais.
Calcula-se que cerca de 170 milhões de peças de lixo espacial orbitam nosso planeta, e somente 22.000 estão identificadas. Levando em consideração que os fragmentos podem viajar a velocidades superiores a 27.000 km/h, mesmo peças pequenas são capazes de danificar seriamente ou destruir satélites.
"O problema do lixo espacial tem piorado nos últimos anos", frisou Ben Greene, diretor do Centro de Pesquisa do Ambiente Espacial da Austrália, citado pelo portal.
"Estamos perdendo 3 ou 4 satélites por ano devido a colisão com restos espaciais. Estamos muito perto, segundo estimativas da NASA, de perder todos entre 5 a 10 anos."
Ben Greene destaca que, "hoje em dia, pode acontecer uma catastrófica avalanche de colisões capaz de destruir rapidamente todos os satélites em órbita".
Cientistas afirmam que esse problema é uma grande ameaça às economias, dado que a sociedade depende seriamente de satélites para navegação e comunicação. Além disso, os satélites estão presentes no funcionamento dos setores energéticos, financeiros e de transporte.

 Sputnik Brasil.

0 comentários :

Postar um comentário