10:21:00
0

Na mitologia nórdica, conta-se sobre um monstro marítimo que se assemelha bastante a uma lula gigante, mas muito maior do que as que conhecemos: o kraken. Pesadelo dos navegadores e aventureiros, ele poderia destruir um navio facilmente com apenas um de seus tentáculos.

Essa história data da época dos vikings, mas há quem diga que um kraken foi visto em pleno 2016 – e com a ajuda do Google Earth. Teóricos da conspiração discutem internet afora a possibilidade de um monstro ter sido flagrado na costa da Ilha Decepção, na Antártida.

Ele foi visto pela primeira vez no dia 9 de abril, nas coordenadas 63° 2'56.73"S 60°57'32.38"W. De acordo com a escala do mapa, o animal teria cerca de 30 metros de tamanho, mas há quem diga que ele pode ser ainda maior.

“Parece o kraken”, constatou Scott Waring para o site UFO Sightings Daily.com. “Eu usei a régua do Google e diz que ele pode ter 30 metros (100 pés) da cabeça aos pés, mas o que são os ‘pés’ na verdade pode ser a parte do meio do corpo. Isso pode significar que na verdade ele tem mais de 60 metros com os tentáculos. Isso para mim é um kraken.”

Outras teorias

No entanto, outros teóricos da internet apareceram com mais duas possibilidades para explicar o que de fato seria isso no mar gelado do polo sul.

Já extinto, o animal pré-histórico plesiossauro pode se encaixar na descrição. Entretanto, essa espécie desapareceu da Terra junto com os dinossauros, ao fim do período Cretáceo.

Mas – como não poderia deixar de ser – teve quem estivesse 100% certo de que todas essas histórias são só hipóteses malucas e a melhor explicação é que, na verdade, se trata de um alienígena.

“Se olharmos mais de perto, parece até com um objeto feito artificialmente. Pode ser um 'OVNI híbrido’ saindo da água”, comentou um dos curiosos do UFO Sightings Hotspot.


Yahoo.

0 comentários :

Postar um comentário