08:54:00
0

A Venezuela está mergulhada em uma grave crise econômica e os mais jovens acabam sendo os mais vulneráveis.
Os últimos dados do Ministério da Saúde do país indicam que a mortalidade infantil aumentou 30% em 2016.
A ONG Cáritas detectou níveis alarmantes de desnutrição infantil nas províncias de Miranda, Vargas, Zulia e Distrito Capital.
Em Valles del Tuy, no Estado de Miranda, a mãe de Germain diz que não sabe como ajudar seu filho, que pesa a metade do peso que deveria ter aos 11 anos.
A avó de Agnely tem a mesma preocupação. Sua neta, que tem 7 anos e pesa 18 quilos, come apenas uma ou duas vezes por dia.
Os adultos também são afetados pela fome.
A escassez severa de alimentos e uma inflação de 700% faz com que cada vez mais pessoas busquem comida no lixo.
"Agora conseguir comida é uma confusão, de alguma maneira tenho que alimentar minha filha", diz uma mulher nas ruas da capital Caracas.
A BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC, falou com médicos e famílias afetadas pela desnutrição, um problema crescente na Venezuela.
A reportagem procurou o governo venezuelano para comentar sobre o assunto, mas não obteve resposta.

0 Comentários :

Postar um comentário