Nova pesquisa da NASA indica que a lua Encélado de Saturno pode abrigar vida microbiana. Detalhes de novas descobertas sobre mundos oceânicos em nosso sistema solar estão sendo anunciados ao vivo pela agência.

Cientistas da NASA detectaram hidrogênio de fontes hidrotermais em plumas de gelo da lua de Saturno, Encélado em condições que, segundo eles, poderiam ter levado à ascensão da vida na Terra.
A descoberta faz de Encélado o único lugar além da Terra, onde os cientistas encontraram evidências diretas de uma possível fonte de energia para a vida, de acordo com os resultados publicados na Science.
Encélado é um local fértil para pesquisas por vida extraterrestre desde 2005, quando a sonda Cassini descobriu plumas ricas em água ao sul do satélite. Desde então, muito se especulou sobre a origem da água, supostamente de um mar líquido subterrâneo.
As revelações se concentram em torno de descobertas da nave Cassini da agência e do Telescópio Espacial Hubble.
Chris Glein, associado da Cassini INMS no Southwest Research Institute (SwRI), disse durante a entrevista coletiva que eles acreditam que o hidrogênio é produzido por uma reação química entre água quente e rochas.
A equipe diz que a lua tem as fontes necessárias para a vida, mas o que precisa ser estabelecido é se houve tempo o suficiente para evoluí-la.
Hubble
Ao mesmo tempo, o telescópio Hubble capturou mais evidências de plumas à base de água na lua gelada de Júpiter, Europa. A NASA disse que um candidato de pluma semelhante foi capturado no mesmo local em 2014 e 2016. As plumas também correspondem a uma região relativamente quente na superfície de Europa observada pela espaçonave Galileo.
A próxima missão da NASA na região — prevista para lançamento em 2020 — continuará a busca de vida além da Terra e estudará a Encélado com equipamentos mais avançados.

Sputnik.

0 comentários :

Postar um comentário