10:11:00
0

O pastor Silas Malafaia criticou nesta quarta-feira (01/03) o que chamou de “safadeza da Disney”, referindo-se à exibição do primeiro beijo gay em um desenho animado produzido pela empresa de entretenimento. Em vídeo publicado nas redes sociais, Malafaia afirmou que a Disney quer “erotizar crianças com homossexualismo”.
Malafaia propôs um boicote contra a empresa norte-americana, que, segundo ele, “resolveu comprar a agenda gay”. “Inadmissível o que esses inescrupulosos querem ensinar às crianças”, disse o líder da Assembleia de Deus no Twitter sobre a série "Star vs. as Forças do Mal", produzida pelo estúdio e exibida no Disney XD.
A discussão começou após uma das cenas do episódio “Just Friends”, da animação, mostrar vários casais se beijando, entre eles um casal formado por dois homens e outro por duas mulheres. Essa é a segunda série da Disney criada por uma mulher, Daron Nefcy. No entanto, séries do canal Disney XD já tinham apresentado personagens gays, como um casal de homens em "Gravity Falls: Um Verão de Mistérios" e um de mulheres na série de ação "Boa Sorte, Charlie!".
Organizações como a Glaad (Aliança Gay e Lésbica contra a Difamação) tem cobrado a Disney e outras grandes empresas de entretenimento dos EUA para promover mais representatividade LGBTQ em suas produções. Além da cena do desenho animado criticado por Malafaia, a Disney também incluiu personagens homossexuais no filme "Zootopia: Essa Cidade é o Bicho" e anunciou que um dos personagens da refilmagem live-action de "A Bela e a Fera" será gay.







Opera Mundi.

0 comentários :

Postar um comentário