11:01:00
0

Um estudante universitário homossexual aproveitou o momento da sua formatura para questionar os padrões de gênero. Em um "protesto pacífico", Gustavo Rodrigues Costa usou salto alto para colar grau no curso de Relações Internacionais da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul.

 "Meu intuito era fazer um protesto pacífico, tentar abordar pessoas que não têm acesso ao debate. Não achei que iria ganhar visibilidade como ganhou", declarou o formando ao G1. Segundo relatou, ele percebeu olhares de desaprovação logo ao chegar no local da cerimônia e durante a solenidade.

 Apesar disso, não houve reação do público. "Achei que, como era uma colação de grau, não era o momento para reações homofóbicas. Na verdade, eles teriam que engolir a seco. Não seria o espaço propício para eles", acrescentou. O ato de andar de salto na formatura foi representativo, já que o jovem revelou ter medo de andar de salto alto na rua tanto no Rio Grande do Sul quanto em São Paulo, de onde é natural. Em abril de 2015, ele foi agredido a socos em uma festa. 

O caso foi registrado na polícia e os agressores foram identificados, mas, segundo Gustavo, não houve avanços. Antes da formatura, o jovem contou à família que iria de salto à cerimônia. A mãe dele até ajudou a escolher o calçado, mas seu pai se negou a viajar. "Não falamos ainda sobre isso. 

Mas acho que foi um pouco por vergonha. Para ele eu posso ser homossexual, mas desde que dentro dos padrões. Para ele, colação de grau não é espaço para isso. Hoje, acho que ele se arrepende. Foi um momento único para fazer protesto e ele não participou", avaliou.

0 Comentários :

Postar um comentário