09:05:00
0

As autoridades militares ucranianas posicionaram lançadores múltiplos de foguetes Grad a um quilômetro da linha de contato em Donbass, declarou na quarta-feira (8) aos jornalistas Eduard Basurin, vice-chefe do comando operacional da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD).
"O comando das Forças Armadas da Ucrânia continua aumentando sua presença militar na linha de contato, violando todos os acordos prévios. Segundo dados da nossa inteligência, o adversário deslocou lançadores múltiplos de foguetes Grad para perto do povoado Zamozhnoe, localizado a um quilômetro da linha de contato", afirmou Basurin.
Segundo o oficial, isso pode significar que Kiev esteja se preparando para "novas ações criminais contra a população da república, em particular, ataques contra bairros residenciais dos povoados".
Ele acrescentou que as autoridades militares ucranianas reposicionaram uma parte de suas subdivisões para o sul da república.
No fim de janeiro, as milícias independentistas de Donetsk e Lugansk e autoridades ucranianas confirmaram que a situação em Donbass se agravou. As partes do conflito trocam acusações entre si pelo aumento de intensidade dos bombardeios e pelas tentativas de atacar na linha de demarcação na região de Donetsk.
Segundo dados da missão da OSCE, uma situação semelhante é presenciada em Yasinovataya, localizada perto de Donetsk, que é controlada pelas milícias. A RPD comunicou o bombardeamento de Donetsk por lançadores múltiplos de foguetes Grad, sendo o primeiro nos últimos dois anos.
Anteriormente, um responsável do Ministério da Defesa ucraniano comunicou que "metro a metro, passo a passo, quando possível, os nossos soldados avançam heroicamente". Por sua vez, o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, afirmou que tais declarações comprovam a ofensiva das Forças Armadas ucranianas, ações que violam os acordos de Minsk.





 Sputnik.

0 Comentários :

Postar um comentário