04:56:00
0

Um grupo de pesquisadores investiga UFOs e outros fenômenos em localidades entre Paraná e Santa Catarina estão registrando novos relatos de “aparições” de supostos ET,s e objetos voadores não identificados (OVNI,s).
O Grupo de Pesquisa Cientifica  tem investigado seguidos fenômenos estranhos que acontecem na estrada Cornelsen, que liga as cidades de Itapoá (SC) a Guaratuba (PR). Uma estranha forma de neblina, luzes que perseguem veículos nos quais também ocorrem panes elétricas, seres estranhos e UFOs permeiam os relatos de quem passa por ali.
Os estranhos fenômenos têm ocorrido na região há pelo menos 15 anos, e concentram-se em um trecho de aproximadamente 5 quilômetros, após a divisa do Paraná com Santa Catarina, próximo a ponte sobre o rio Sai-Mirim. Os membros do grupo reportam terem detectado em pesquisas de campo anomalias magnéticas nesse local. Os ufólogos também estão recebendo novos relatos de testemunhas que reportam falhas em sinal de celulares e na sintonia de rádios no mesmo trecho de estrada.
Fenômeno em Guaratuba
Um relato feito há alguns anos também registra uma aparição de OVNI no Nereidas. A testemunha relatou o seguinte:
“Fui andar de bicicleta com minha namorada às 23h entre o Balneário Eliana e o Balneário Nereidas. A praia estava vazia, exceto por um ou outro cachorro vagando pela areia, muitas gaivotas e quero-queros. Nessa noite ao longo da orla o céu estava muito claro e a lua estava em sua fase minguante.

Eu já havia escutado algumas histórias sobre objetos voadores não identificados em Itapoá e Garuva, mas em Guaratuba isso pra mim foi novidade.
 Custei a acreditar no que vi. Enquanto andávamos de bicicleta, vimos que na curva que o mar faz para os lados de Coroados umas luzes estavam alinhadas no céu, como se fossem aviões piscando aleatoriamente. Eram luzes vermelhas e bem brilhantes. Tivemos a impressão de que seriam balões, mas conforme fomos nos aproximando da espessa saída de água que divide o Balneário Eliana do Nereidas por cima da areia, as luzes pareciam maiores, brilhando debaixo da nuvens bem sólidas. Eram luzes de brilho intenso, em seguida elas começaram a se abrir e se fechar como se fossem arcos estrelados, abriam e fechavam completamente, em níveis variados de tamanho.
Nós tivemos tempo de conversar sobre o que estava acontecendo, pensamos que eram balões a princípio, ficamos bem curiosos com aquilo, mas devido aos movimentos estranhos, percebemos que não poderiam ser balões, nem fogos de artifício, muito menos manobras de aviões. O mais chocante foi quando minha namorada apontou para essas quatro luzes alinhadas, e elas pararam repentinamente, como se nos observassem. É bem impressionante ver algo assim. As luzes permaneceram se abrindo e fechando, eu não sei exatamente durante quanto tempo observamos esse fenômeno, mas acredito que duraram uns 3 minutos. Nós chegamos a parar nossas bicicletas em frente à saída de água que passa sobre a areia da praia no Nereidas, e ficamos observando.
Eu nunca duvidei de nada, mas minha namorada não tinha absolutamente nenhuma crença em OVNIs, quando nos deparamos com esse fenômeno diante de nossos olhos. No momento em que as quatro luzes desapareceram, elas subiram rapidamente numa diagonal em direção ao mar, e não sobrou nenhum resquício de luz, era como se nada tivesse acontecido, um silêncio sinistro, e voltamos rapidinho para casa.
Desde então minha namorada passou a acreditar em OVNIs. Meu filho me contou que colegas da sua sala já conseguiram ver luzes estranhas na direção de Coroados, mas eles estavam no Brejatuba, atrás do Café Curaçao. Eles estavam estacionados na beira-mar recolhendo suas pranchas de surf e ainda nem tinha anoitecido. Falei para ele que poderiam ser navios ou barcos pesqueiros passando ao longe, mas os amigos afirmaram que as luzes se movimentavam de uma maneira estranha no céu e não no mar, e eram tão grandes e brilhantes que não tinham como ser um barco, muito menos um navio.




Mais Guaratuba.

0 Comentários :

Postar um comentário