16:32:00
0

Os buracos negros são comuns em filmes de ficção científica como ‘Interestelar’, mas na realidade, os humanos nunca viram nenhum.
Isso poderá mudar em abril deste ano, já que os cientistas acreditam que um novo radiotelescópio será capaz de capturar imagens do “horizonte de eventos” ao redor do buraco negro no centro da Via Láctea.
O Telescópio Event Horizon irá transformar nosso planeta inteiro em uma antena, usando o poder dos computadores para “preencher as lacunas” enquanto antenas enormes espalhadas pela Terra “se sintonizam” ao buraco negro.
“Estamos muito animados,” disse Sheperd Doeleman, líder do projeto do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian, à BBC.
“Em abril, iremos fazer as observações necessárias e acreditamos que elas terão a primeira chance real de focalizar o horizonte de eventos de um buraco negro”.
Os cientistas esperam que os radiotelescópios possam capturar o horizonte de eventos: o ponto a partir do qual nada pode escapar do buraco negro, nem mesmo a luz.
Eles acreditam que a imagem será semelhante à de um anel de luz brilhante ao redor de uma bolha escura. O buraco negro está a 26 mil anos-luz da Terra e, portanto, tem o tamanho de uma picada de agulha no céu noturno.
Os cientistas descrevem o projeto como “tentar fotografar uma laranja na Lua”.
Acredita-se que o buraco negro, conhecido como Sagittarius A*, seja capaz de atrair estrelas, nuvens de gás e planetas, devorando-os com sua enorme gravidade. Ele tem uma massa cerca de 4 milhões de vezes maior que a do Sol.






Rob Waugh
Yahoo News UK


0 Comentários :

Postar um comentário