09:17:00
0

O ano de 2016 foi extremamente empolgante e fizemos várias descobertas que, de acordo com muitos especialistas, são indicações de que há uma enorme chance de não estarmos sós no Universo, e 2017 pode ser o ano do desacobertamento.


Como nunca antes na história da humanidade, estamos quebrando as barreiras do nosso sistema solar para encontrar uma resposta para uma das maiores questões de todos os tempos: estamos sós?
Já enviamos muitos satélites e sondas para Marte, e para muitas pessoas é só uma questão de tempo antes de descobrirmos evidência de vida em outro planeta.
Olhando de volta para 2016, sabemos agora que uma equipe de cientistas revelou uma nova pesquisa que parece indicar a existência de vida inteligente além do nosso planeta, e que ela está tentando se comunicar com outros.

Um documento intitulado “Discovery of peculiar periodic spectral modulations in a small fraction of solar type stars” (Descoberta de peculiares modulações espectrais periódicas numa pequena fração das estrelas do tipo solar) pode não soar como uma descoberta impressionante para a maioria das pessoas, mas o trabalho de pesquisa publicado no periódico Publications of the Astronomical Society of the Pacific, pode acabar sendo o primeiro passo na tentativa de estabelecer a presença de vida inteligente além do nosso sistema solar.
Embora os cientistas nos alertaram para permanecermos calmos, e que os sinais poderiam ser outro alarme falso, há grandes esperanças de que este ano finalmente iremos encontrar vida alienígena, pelo menos microbiana, em nosso sistema solar.
O Dr. Simon Foster, um físico da Faculdade Imperial Londres, disse:
No passado, quando pensávamos que tínhamos descoberto alienígenas, era uma nova forma de estrela chamada pulsar. Não sabemos quase nada, e quando alguém se depara com algo que não conhecemos, ou não se encaixa na nossa atual compreensão, é muito legal dizer que poderiam ser alienígenas, onde muito disso são somente fenômenos que não descobrimos.
De qualquer forma, há um avanço logo ali ‘virando a esquina’.
Júpiter e Saturno podem ser ótimos lugares para procurarmos pode alienígenas, dizem os especialistas.  Com nossas sondas orbitando Júpiter e Saturno, muitos cientistas estão otimistas de que 2017 poderia ser o ano em que finalmente encontramos vida em outro planeta.
Dr. Foster acredita que a sonda Cassini, que está atualmente estudando Saturno e suas luas, é a mais provável de obter resultados, e que quando as missões da Cassini terminarem, já poderemos ter a resposta. (Leia-se: eles já têm a resposta, mas ainda não nos contaram.)
Ele disse:
O interessante é que uma das luas de Saturno, Encélado, é uma lua gelada, e isso deixa perspectivas tentadoras para procurar pela vida.
A concentração tem sido em Marte, e acho que em luas como Encélado e Europa há uma boa possibilidade de encontrarmos vida..
Também, um planeta recentemente descoberto, orbitando Proxima Centauri, está a somente 4 anos-luz da Terra, e poderia ser outro local onde a vida alienígena provavelmente existe.
O Professor Phillip Lubin, da Universidade da Califórnia em Santa Barbara, disse ao Universe Today:
A descoberta de um possível planeta ao redor de Proxima Centauri é muito empolgante.  Isto torna o caso de visitarmos sistemas estelares próximos ainda mais urgentes.
Este ano, astrônomos usarão uma coleção de telescópios recém desenvolvidos para cuidadosamente monitorarem Proxima b e seu sol, na esperança de encontrarem vida alienígena.
E é claro, você também pode argumentar que já estamos sendo visitados por alienígenas, e que este fato está sendo mantido como segredo.




OvniHoje.

0 Comentários :

Postar um comentário