09:43:00
0

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou nesta terça-feira que as forças estratégicas do país planejam efetuar mais de dez lançamentos de teste de mísseis intercontinentais no curso deste ano.

"Em 2017, planejamos realizar mais de dez lançamentos de mísseis intercontinentais, que incluem testes de protótipos de novos tipos de armas", afirmou a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa.

De acordo com o governo russo, esses lançamentos também permitirão avaliar o prolongamento dos prazos de serviço dos atuais sistemas de foguetes.
Em dezembro, em reunião com altos comandantes das forças armadas da Rússia, o presidente Vladimir Putin pediu para que se fortalecesse o potencial nuclear do país.

O chefe do Estado comentou que o fortalecimento do potencial das forças estratégicas deve ser feito, antes de tudo, "mediante a incorporação de sistemas de foguetes capazes de superar de maneira garantida os atuais sistemas de defesa antimísseis e aqueles que se encontram em desenvolvimento".

Putin afirmou que as forças estratégicas convencionais também devem ser elevadas a um "novo nível qualitativo, que permita neutralizar qualquer ameaça militar contra a Rússia".

Para 2021, acrescentou o presidente russo, será preciso conseguir que o percentual de armamento moderno das forças armadas do país seja de pelo menos 70%.

"É preciso monitorar atentamente qualquer mudança no equilíbrio de forças e a situação político-militar no mundo, em particular no perímetro das fronteiras russas", ressaltou Putin.





EFE.

0 Comentários :

Postar um comentário