05:45:00
0

Pesquisadores da Universitat Autònoma de Barcelona, na Espanha, acabaram de testar um método para impressão de códigos de barras microscópicos em embriões de ratos - um procedimento que planejam testar em breve em humanos. A empresa tem como objetivo evitar desencontros durante a fertilização in vitro e procedimentos de transferência de embriões. Mas os especialistas em privacidade e defensores dos direitos das crianças ficaram imediatamente preocupados o conceito de "rotulagem direta" dos embriões, exigindo transparência no processo.

Os pesquisadores insistem que sua técnica é perfeitamente segura, alegando que os códigos de barras simplesmente evaporam conforme o embrião se desenvolve para um feto. Dr. Arthur Caplan, diretor do Centro de Bioética da Universidade da Pensilvânia, disse que, enquanto o desenvolvimento não é afetado, qualquer melhoria na transferência de embriões seria extremamente benéfico - desde que os erros possam ser devastadores.

0 comentários :

Postar um comentário