01:48:00
0

Uma lenda Viking, que fala de uma "pedra do sol" brilhante que, quando apontada para o céu, mostrava a posição do Sol em um dia nublado, pode ter algum fundamento na verdade, acreditam os cientistas.

Acredita-se que este povo antigo descobriu a América do Norte centenas de anos antes de Cristóvão Colombo.

Agora experimentos têm demonstrado que um cristal, chamado de Iceland Spar, conseguia detectar o sol com uma precisão dentro de um grau - permitindo que os lendários marítimos navegassem milhares de quilômetros em dias nublados e durante as curtas noites nórdicas.

O Dr Guy Ropars, da Universidade de Rennes, e seus colegas disseram que "uma precisão de poucos graus pode ser alcançada", mesmo quando o sol estiver abaixo do horizonte.

Um Iceland Spar, que é transparente e feito de calcita, foi encontrado nos destroços de um navio descoberto 30 anos atrás na costa de Alderney nas Ilhas do Canal depois de afundar em 1592 apenas quatro anos após a derrota da Armada espanhola.

Eles teriam invocado os raios perfurantes do sol refletidos através de um pedaço de calcita. O truque é que a luz proveniente de 90 graus em frente ao sol vai ser polarizada então mesmo quando o sol está abaixo do horizonte, é possível dizer onde está.

Eles usaram a dupla refração da calcita para identificar o sol girando os cristais até que ambos os lados da imagem dupla ficassem de igual intensidade.

0 Comentários :

Postar um comentário