10:44:00
0

No ano passado, a francesa Lilly resolveu comprar um robô chamado InMoovator. Mas quem pensa que ela queria o moderno produto para ajudar nas tarefas de casa, se engana.



A mulher se descreve como uma “robosexual” e diz sentir-se atraída unicamente por máquinas. “Eu não gosto de contato físico com pele humana”. Lily não revela se tem relações sexuais com o InMoovator, mas espera que o casamento entre humanos e robôs seja legalizado na França -o que, segundo o especialista em robôs, David Levy, pode acontecer somente em 2050.





Yahoo.

0 Comentários :

Postar um comentário