18:26:00
0

Uma garota norte-americana de 12 anos chamada Katelyn Nicole Davis fez uma transmissão ao vivo de seu suicídio no YouTube, deixando o mundo inteiro em choque.
Apesar de sua conta ter sido apagada, diversos usuários já haviam copiado o vídeo e feito seu upload para outros canais, para o desespero de sua família e das autoridades, que agora, tentam em vão impedir a disseminação do material.
O suicídio ocorreu dia 30 de dezembro em uma pequena cidade do Estado da Geórgia, nos EUA, e foi registrado em um vídeo com cerca de 40 minutos onde a pré-adolescente coloca seu celular em um ponto fixo, amarra uma corda em uma árvore e se despede da família e amigos diante da câmera.
Maquiada e muito bem vestida, Katelyn pede desculpas em meio a muitas lágrimas por "não ser bonita o suficiente" e diz "sentir muito por tudo", em seguida amarrando a corda no pescoço e acabando com sua própria vida.
O polêmico vídeo serviu de material para vários YouTubers caça-likes tentarem aumentar a visibilidade de seus canais, e por mais que não seja reproduzido integralmente neles, as partes mais fortes do ocorrido continuam a ser exibidas.
Kenny Dodd, chefe de polícia do condado de Polk, relatou que embora tenha recebido diversas mensagens de várias partes do mundo pedindo que o vídeo seja apagado, é impossível impedir sua viralização.
Ele acredita que esse material pode não só fragilizar ainda mais sua família como também ser prejudicial para outras crianças.
O pior de tudo é que apesar do contato do oficial com diversos dos canais e sites que estão exibindo o material, perante a lei, eles não são obrigados a removê-lo.




Tudo Celular.

0 Comentários :

Postar um comentário