17:12:00
0

Três jovens acusados de estuprarem uma jovem e transmitirem o ato ao vivo pelo Facebook foram colocados em prisão preventiva, segundo anúncio da Polícia sueca, que fez um pedido nesta segunda-feira (23) para recuperar as imagens.
Os três homens, de 18, 20 e 24 anos, foram presos no domingo (22) pela manhã em um apartamento em Uppsala, 70 km ao norte de Estocolmo, quando ainda estavam com a vítima, de 30 anos, graças a denúncias de membros do Facebook, rede social em que foi divulgado o estupro.
Josefine Lundgren, de 21 anos, foi uma das primeiras a alertar as autoridades. Segundo ela, o suspeito de 24 anos, um criminoso considerado pela Polícia como principal autor do feito, "arrancou as roupas" de sua vítima antes de estuprá-la.
O agressor "filmou tudo e tirou fotos que colocou no [aplicativo] Snapchat", relatou a testemunha em entrevista ao jornal Expressen.
Em entrevista coletiva, os investigadores pediram que qualquer pessoa que tenha salvado as imagens da agressão entregue o material à Polícia.
"Temos algumas imagens e vídeos, mas não temos fragmentos que mostrem a agressão em si", disse o vice-procurador em Uppsala, Magnus Berggren.
As imagens não estão mais disponíveis no Facebook, mas continuam circulando pela Internet. A imprensa sueca divulgou trechos que mostram ao menos um dos suspeitos com uma arma.




AFP.

0 Comentários :

Postar um comentário