03:04:00
0

Em 2017 se espera um grande número de acontecimentos astronômicos, entre os quais se destacam dois eclipses solares, dois da Lua, uma Superlua e até mesmo dez chuvas de estrelas.

Eclipses solares De acordo com a BBC, o primeiro eclipse solar pode ser observado em 26 de fevereiro de 2017. Prevê-se que no decurso deste evento astronômico a Lua cobrirá parcialmente o Sol.


Este eclipse poderá ser visto pelos habitantes da região argentina de Comodoro Rivadavia e os da cidade chilena de Puerto Aysén. Nas cidades latino-americanas de Buenos Aires, Santiago do Chile e Montevidéu, o fenômeno será visível em 60%.

No entanto, o eclipse do século do astro-rei terá lugar sobre a América do Norte em 21 de agosto de 2017. Este evento astronômico, o que não ocorreu nos últimos 70 anos, vai durar apenas cerca de 160 segundos. A escuridão quase total poderá ser observada por residentes dos estados de Ohio, Kentucky e Virgínia Ocidental, enquanto que em algumas cidades mexicanas pode ser vista em 60%. Eclipses lunares No dia 7 de agosto também podemos nos tornar testemunhas de um eclipse parcial da Lua, enquanto que em 11 de setembro, o satélite da Terra ficará exatamente na frente do Sol. Considera-se que 2016 foi o ano das Superluas e que 2017 não será bom para este fenômeno, uma vez que durante todo o ano poderemos contemplar apenas uma Superlua, que ocorrerá em 3 de dezembro. Mais chances para pedir desejos Pedir um desejo quando vemos uma estrela caindo é uma superstição bastante espalhada, e parece que este ano vai nos dar muitas oportunidades de nossos sonhos mais secretos serem realizados. De acordo com as previsões dos astrônomos, em 2017 seremos testemunhas de pelo menos 10 chuvas de meteoros, cujos nomes derivam dos nomes de suas respectivas constelações.

Apresentamos as cinco chuvas de estrelas mais destacadas do ano. As quadrântidas são uma chuva de meteoros de alta atividade que pode ocorrer a cada ano entre 1 e 5 de janeiro. Desta vez, as quadrântidas, assim chamadas pela antiga constelação Quadrans Muralis, podem ser observadas na Terra em 3 de janeiro. As Líridas são uma chuva de meteoros de atividade moderada, que tomaram o nome da constelação de Lira. Este evento astronômico pode ser visto na noite de 22 de abril.

As Eta de Aquariadas, chuvas de estrelas associadas com o cometa Halley, se deixarão ver em 4 de maio de 2017. O seu nome deriva da constelação de Aquário. Em 27 de julho, poderemos observar a chuva de meteoros Delta Aquariadas. Mas, por agora, sua origem é desconhecida, os cientistas da NASA afirmam que os meteoros podem proceder do cometa 96P/Machholz. No dia 12 de agosto aparecerá no céu a chuva de meteoros de alta velocidade na direção da constelação de Perseus, também conhecida como Perseidas.











Sputnik.

0 comentários :

Postar um comentário