09:43:00
0

Duas estrelas, presas em uma espiral da morte há milhões de anos, irão colidir uma com a outra – gerando uma grande explosão de energia que será visível a olho nu na Terra.
Um astrônomo prevê que a explosão pode liberar mais energia do que o nosso Sol em toda a sua vida, e irá adicionar uma nova, única estrela, à Cruz do Norte.
As duas estrelas, que estão no sistema KIC 9832227, irão colidir em 2022, conforme preveem os especialistas do Calvin College, nos Estados Unidos.
O professor Larry Molnar disse: “A órbita se torna catastrófica em um certo ponto, há uma última volta, e então uma estrela rasga a outra e absorve boa parte da sua massa, tornando-se uma nova estrela.”
“Isso causa um aumento enorme na quantidade de energia envolvida, que explode a porção exterior da estrela, causando um grande choque, que veremos na nova”.
Molnar acredita que as estrelas binárias irão se fundir e explodir em 2022 – com uma possível margem de erro de um ano.
Neste ponto, elas irão aumentar seu brilho em dez mil vezes, tornando-se uma das estrelas mais brilhantes do espaço.
A estrela será visível como parte da constelação de Cygnus (Cisne), e será adicionada ao padrão de estrelas reconhecível da Cruz do Norte.




Yahoo.

0 comentários :

Postar um comentário