09:30:00
0

Pelo menos dois refugiados iraquianos que tentavam desembarcar nos Estados Unidos foram barrados e detidos no aeroporto de Nova York nesta sexta (27). A situação ocorreu após o presidente Donald Trump assinou decreto que barra a entrada de refugiados no país americano e cidadãos de sete países de maioria muçulmana - Síria, Iraque, Irã, Iêmen, Líbia, Somália e Sudão. 

De acordo com a Folha, os advogados dos dois refugiados estão contestando o decreto na Justiça, alegando que os refugiados estão sendo presos em aeroportos ilegalmente. Um dos iraquianos, Hameed Khalid Darweesh tinha trabalhado para os Estados Unidos no Iraque por 10 anos. O outro, Haider Sameer Abdulkhaleq Alshawi, estaa a caminho do país para encontrar a esposa, que trabalhou para uma empresa americana, e o filho de 7 anos.

 Neste sábado, cinco iraquianos e um iemenita foram impedidos de embarcar em um voo da EgyptAir do Cairo para Nova York, apesar de terem vistos válidos. 

0 comentários :

Postar um comentário