09:00:00
0

Documentos liberados pela CIA, na semana passad,a revelaram um incidente que ocorreu durante a Guerra Fria, que poderia ter causado um desastre global.
Um submarino nuclear americano, que carregava 160 ogivas, colidiu com um navio soviético perto de Holy Loch, uma base naval dos Estados Unidos, em novembro de 1974.
Um arquivo “ultra secreto” endereçado ao Secretário de Estado dos EUA, Henry Kissinger, detalha a colisão entre o submarino americano e russo.
O memorando, digitado por Brent Scowcroft, diz: “Recebi notícias do Pentágono de que nosso submarino Poseidon colidiu com um submarino soviético”.
“James Madison seguia para Holy Loch para ocupar a estação quando bateu em um submarino soviético que aguardava fora do porto”.
Antigo Secretário de Estado dos EUA Henry Kissinger  (AP Photo/Gero Breloer)
“Ambos os submarinos submergiram novamente após o ocorrido”.
“Ainda não há relatórios sobre a extensão dos danos. Manteremos vocês informados”.
Hans Kristensen, especialista em armas nucleares que trabalha para a Federation of American Scientists em Washington, disse que a colisão poderia ter levado a um desastre “se uma das tripulações tivesse interpretado o ocorrido como um ataque e tivesse decidido se defender afundando o outro submarino”.
Kristensen disse: “o James Madison era um submarino balístico armado com 16 misseis Posseidon e 160 ogivas nucleares.“O pior cenário provavelmente teria sido se a colisão tivesse provocado explosões, que provavelmente ejetariam e destruiriam as ogivas”.Nenhum outro detalhe sobre o incidente da base Holy Loch foi liberado, mas o James Madison continuou em serviço até 1992, quando ela foi desativada.    Com a Informação Yahoo.

0 Comentários :

Postar um comentário