18:28:00
0

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, afirmou neste sábado em Roma que "não ajudará a paz" se o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, cumprir seu anúncio de transferir a embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém.

"Se esta será a decisão de Trump, não ajudará a paz, e espero que isto não aconteça", disse Abbas à imprensa durante a inauguração da embaixada da Palestina no Vaticano.

O presidente da ANP também afirmou que, com a abertura da embaixada neste sábado, "o Vaticano reconheceu completamente o Estado da Palestina". Ele desejou "que outros Estados peguem o exemplo da Santa Sé".

Trump prometeu durante sua campanha eleitoral a mudança da embaixada dos EUA para Jerusalém, algo que já havia sido anunciado por outros presidentes como George W. Bush e Bill Clinton e que nunca fizeram.

Até hoje, nenhum país possui embaixada em Jerusalém - todas estão em Tel Aviv ou cidades próximas.

Antes de inaugurar a legação diplomática em um edifício compartilhado por outras embaixadas na rua da Porta Angélica, na frente de uma das entradas da Cidade do Vaticano, o presidente palestino teve uma reunião em particular de 23 minutos, e ajudado por um tradutor, com o papa Francisco.

O Vaticano reconheceu oficialmente o Estado da Palestina em um novo acordo entre os dois Estados que foi anunciado em maio de 2015 e que entrou em vigor no ano seguinte. 





EFE.

0 comentários :

Postar um comentário