01:35:00
0

As enormes esferas da Costa Rica são um dos grandes mistérios arqueológicos do último século. Curiosamente, os povos indígenas da região dizem que não foram eles que as fizeram. Os nativos tomaram as esferas como um sinal dos deuses e as consideraram de grande importância.

Ninguém sabem qual é o seu propósito, nem como foram feitas.  Elas foram descobertas em 1939, após uma área do sul da Costa Rica ter sido desmatada para plantarem bananas. Mais de 500 petroesferas de origem desconhecida foram encontradas, e os especialistas estão confusos.  A única coisa que se sabe com certeza é que elas foram colocadas em seus locais por volta de 300 A.C.
As esferas da Costa Rica são prova de uma habilidade incrível de escultura e um estudo realizado pela Universidade da Pensilvânia mostra que as esferas são 96% perfeitas. Elas abrangem em tamanho entre 0,5 e 2,5 metros de diâmetro, e são colocadas em específicas localizações geográficas. A idade das esferas é motivo de constante debate, mas de acordo com muitos, elas abrangem de 800 a 1200 A.C.  Alguns acreditam que elas são muito mais velhas do que isto.  Alem disso, as esferas são feitas de rocha extremamente dura, e o peso das maiores excede 16 toneladas.
Mais importante, os antigos habitantes da Costa Rica alegam que as esferas NÃO foram feitas por eles.  Estas esferas são incríveis porque elas não foram colocadas de forma aleatória, mas seguem um esquema complexo que foi identificado pelos pesquisadores ao longo dos anos.

As esferas são únicas, pois não há nenhum outro jogo de esferas similares por extensão e perfeição em qualquer outro lugar do globo. Por isto elas foram declaradas ‘herança mundial’ pelo UNESCO.

Quem as esculpiu as Esferas da Costa Rica? Ninguém sabe. O que elas significam? Ninguém sabe também.

Alguns alegam que elas foram feitas por habitantes da Atlântida, ou até mesmo por visitantes extraterrestres.  Outros sugerem que estas enormes esferas estão conectadas às linhas de Nazca e à Ilha de Páscoa.
Alguns pesquisadores alegam que sítios megalíticos como o dos Pilares de Hércules (Gibraltar), as pirâmides do Egito, Stonehenge (Inglaterra) e a Ilha de Páscoa são provas de que a civilização de Atlântida estava relacionada a outras civilizações ao redor do mundo, e que estas enormes esferas da Costa Rica têm um papel extremamente importante para decifrar a conexão entre os numerosos sítios da antiguidade ao redor do globo.
Ainda, alguns concordam que as esferas poderiam representar a perfeição divina.
A versão oficial é que essas enormes esferas poderiam ter sido usadas como grandes jardins, ou até mesmo enormes calendários astronômicos (como Stonehenge), mas os especialistas não podem dizer com certeza.
Infelizmente, as esferas são cobiçadas por colecionadores inescrupulosos ao redor do mundo. No passado, algumas das esferas foram até mesmo quebradas, pois algumas pessoas acreditavam que seus interiores estavam repletos de ouro.  Várias esferas que foram tiradas do país ilegalmente já foram retornadas.
Então, se os povos indígenas da região não foram os responsáveis pela fabricação das misteriosas esferas, quem as fez?  Teria sido um civilização antiga que habitou a região na antiguidade?  Ou talvez seria possível que o antigo continente de Atlântida de fato existiu na América Central e estas esferas são parte da prova disso?
De acordo com a cosmogonia do povo Bribri, um dos maiores grupos étnicos da Costa Rica, cujas crenças são compartilhadas pelos Cabecares e outras tribos antigas da América, o deus do trovão Tara jogou as esferas gigantes nos Serkes (deuses dos ventos e dos furações), com a ajuda de uma enorme zarabatana, para mantê-los fora da terra. Outras crenças são de que as esferas mantinham ouro e pedras preciosas em seus interiores, o que levou à destruição de muitas delas.



OvniHoje.

0 Comentários :

Postar um comentário