07:50:00
0

As Nações Unidas anunciaram que projetos do setor de água, saneamento e higiene com apoio internacional devem beneficiar pelo menos 9,2 milhões de pessoas na Etiópia em 2017.
A meta é do Escritório da ONU para os Assuntos Humanitários, Ocha, que destaca o impacto negativo da seca agravada pelo fenómeno climático "na vida e nos meios de subsistência de mais de 9,7 milhões de pessoas".
Doenças
O  El Niño foi combinado a cheias prolongadas, a surtos de doenças e à interrupção dos serviços públicos básicos que afetaram o país em 2016.
Há indicações de que condições adversas no Oceano Indico poderão afetar a disponibilidade de água, as condições do gado e as colheitas no sul e no leste do país africano.
Para reforçar a assistência logística, o escritório destacou que mais de 600 funcionários receberam formação em áreas que incluem ajuda alimentar. O grupo está pronto para  fazer a gestão de armazéns, do transporte terrestre e das operações em portos e unidades móveis de ajuda .
Estação seca
Perante a necessidade de responder a várias situações o Ocha ressaltou que é preciso aumentar os serviços para transportar água durante a estação da seca que transita para 2017.
As fontes de água são agora usadas em excesso devido à escassez e vários pontos para obter o líquido não funcionam.




 Rádio ONU.

0 Comentários :

Postar um comentário