09:06:00
0

A China parece ter instalado armas, incluindo sistemas antiaéreos e antimísseis, em todas as sete ilhas artificiais que construiu no Mar do Sul da China, afirmou um centro de estudos norte-americano nesta quarta-feira, citando novas imagens de satélite.
A Iniciativa de Transparência Marítima da Ásia (AMTI, na sigla em inglês) disse que suas descobertas vieram à tona a despeito de declarações da liderança chinesa de que Pequim não tem intenção de militarizar as ilhas na rota marítima estratégica, onde sete países reivindicam territórios.
A AMTI disse que vem monitorando a construção de estruturas hexagonais nos recifes de Fiery Cross, Mischief e Subi, nas Ilhas Spratly, desde junho e julho. A China já construiu pistas de pouso de extensão militar nestas ilhas.
"Agora parece que estas estruturas são uma evolução das fortificações de defesa pontual já construídas nas instalações menores da China nos recifes de Gaven, Hughes, Johnson e Cuarteron", disse a entidade, citando imagens feitas em novembro e disponibilizadas à Reuters.
"Este modelo passou por mais uma evolução nas bases muito mais amplas dos recifes de Fiery Cross, Mischief e Subi".
Imagens de satélite dos recifes de Gaven e Hughes revelaram o que parecem ser armas antiaéreas e o que provavelmente são sistemas de armas de curto alcance (CIWS, na sigla em inglês), proteções contra ataques de mísseis de cruzeiro, informou o centro de estudos.




Reuters.

0 Comentários :

Postar um comentário