09:29:00
0

O representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, afirmou nesta quinta-feira (8) que o aumento do orçamento militar dos países da OTAN para 2% do PIB é um "sério fator" para a Rússia.

Segundo ele, o aumento dos gastos militares dos países da Aliança do Norte levará a uma confrontação militar dos tempos da Guerra Fria.
 
"Obviamente, o fator Trump jogou à favor daqueles que se apoiam a implementação incondicional das decisões das cúpulas de Varsóvia e País de Gales sobre o aumento dos gastos militares para 2% do PIB", disse Grusho em entrevista à TV russa.

O diplomata destacou que "o aumento nos orçamentos dos países europeus a este limite representará um total de mais de 100 bilhões de dólares, que é superior ao orçamento militar da Federação Russa".
 
Ele lembrou que, de acordo com os padrões da OTAN, pelo menos 20% dos gastos de defesa devem ser direcionados para a compra de armas.
 
"Por isso, se esta decisão for implementada […] é claro, será mais um fator que vai piorar a situação na Europa, e levar à confrontação militar dos tempos da Guerra Fria", acrescentou Grushko.
 



Sputnik

0 comentários :

Postar um comentário