02:15:00
0

Quatro cidades antigas e misteriosas despertam a curiosidade e alimentam variadas teorias sobre suas origens há séculos.

Leia abaixo quais são os recantos desse mundo que mais atiçam a imaginação dos viajantes.
Baalbek: Localizada no atual território libanês, essa cidade milenar é um dos sítios arqueológicos mais importantes do Oriente Próximo. Ela teve seu auge no Império Romano, mas, antes, havia sido ocupada pelos gregos e consagrada pelos fenícios em adoração ao deus Baal. Ninguém conhece a origem deste lugar, que parece estar lá desde sempre. 


Derinkuyu: É a maior cidade subterrânea do planeta. Localizada na Turquia, seu nome significa “poço profundo”. Embora se acredite que ela tenha sido construída no início do século VII, alguns arqueólogos afirmam que data do ano de 1.400 a.C.  Nela, há de 18 a 20 níveis cavados debaixo da terra, provavelmente pensados para o refúgio de ataques estrangeiros. 


Puma Punku: A sudoeste do templo de Kalasasaya, no complexo monumental de Tiauanaco, na Bolívia, estão as ruínas de Puma Punku. Construído com blocos gigantes de pedras provenientes de uma jazida localizada a mais de 80 km do local, a cidade parece ter sido construída por volta do século VI, embora ainda não se saiba por quem. 


Ggantija: Localizado em Malta, a lenda diz que esse antigo assentamento neolítico foi construído por uma mulher gigante, que transportava as pedras enormes de granito (algumas de até 5 metros de altura) sobre sua cabeça. Erguidos entre os anos 3.600 e 2.500 a.C., os templos Ggantija são as construções religiosas mais antigas do planeta. 








Super Curioso.


0 Comentários :

Postar um comentário